Espetáculo natural

Da sacada de casa vejo o tempo transformar-se. O céu, que era azul e claro, resolve mudar subitamente o cenário. As nuvens, antes mera coadjuvantes, unem-se delicadamente e dão um novo rumo à história. A ordem é para que o sol saia de cena e fique atrás das cortinas, pois agora são as nuvens e suas pequenas gotas que devem sobressair.

Vento e trovões acompanham bem de pertinho cada gesto das pequeninas, já que são os responsáveis por dar mais dramaticidade e emoção à cena; devem acompanhar de perto a dança fresca das partículas. Aos poucos, o personagem principal sente que deve voltar ao cenário para que seus raios acalmem os nervos de todos que ali atuam; não parece, mas faz parte do roteiro.

E após toda esta confusão a história parece terminar e tudo volta ao seu estágio inicial, como da primeira vez que vi uma chuva de verão. Me resta, então, aplaudir este espetáculo único que acompanho tantas vezes da sacada de minha casa.

Comentários

Luna disse…
A natureza, consegue impressöes muito mais além do que poça cualquer lliterato souñar....

É o espetáculo mais grande do mundo.
E cada vez que repete, nuncaé igual, sempre é diferente e nossos sentimentos também ao vê-lo.

Fechamos os olhos, sentimos o vento, as gotas da chuva, a voz grave das descargas elétricas e, podemos sonhar ou sentir pavor...
depende do estado de nosso coraçäo.

Gostei muito de estar na sua sacada.
Um beijo.
Juliano Sanches disse…
Lembrei-me das fotografias em preto e branco, que trabalham muito com as sombras. As sombras e as nuvens trabalham muito com a construção simbólica dos nossos instintos. Os instintos são as nossas bases preliminares. E as sombras revelam a natureza íntima do lado dramático, do lado esquerdo, do lado oposto do espelho. É gostoso refletir sobre tudo isso. É um exercício de autoconhecimento, fruto da nossa coragem interior. Também dediquei a última postagem à questão de explorar os conteúdos internos.

Visite minha Casa, quando puder.

O endereço é:

(http://casadojulianosanches.blogspot.com/).

Um grande abraço
Garota, que texto!
Enquanto lia, me senti em teu lugar, observando a maravilha da natureza se esbaldando com as delícias de imagens que só ela é capaz de produzir, e sentindo paz no coração diante de tal espetáculo, de tal privilégio - imagino que você tenha se sentido exatamente assim.
Abraço
Gabriela Angeli disse…
Oi, Luna!

Lindas palavras, como sempre! Você está mais que convidada a estar em minha sacada, sempre que quiser!

Um beijo enorme,
Gabi.

*** *** *** *** *** *** ***

Oi, Juliano!

É uma delícia refletir sobre tudo, tudo que queremos! Sua casa já virou a minha, amigo! É muito boa esta troca de experiências, principalmente entre as pessoas que estudaram juntas e hoje exercem o mesmo ofício!

Um grande beijo,
Gabi.

*** *** *** *** *** *** ***

Olá, Márcio!

Foi exatamente assim que me senti, há menos de uma semana. E pelo visto teremos ainda várias chuvas até o final deste verão...

Um super beijo,
Gabi.
Oi, Gabi.
Sim, o Zin' já me inspirou tantas coisas!... E que muitas inspirações venham pela frente! rs
Que bom q gostou do blog - espero um dia poder produzir mais, ter mais pique.
Também gostei daqui e os seus textos são ótimos, parabéns!
Tenha uma ótima semana.
Beijo
Gabriela Angeli disse…
Oi, Márcio! Fico feliz em saber que gostou daqui também! = )

Um beijo e uma excelente semana, Gabi.
Juliano Sanches disse…
Adoro a natureza. Ela é a nossa Casa Comum, como diria Leonardo Boff. Tudo é um espetáculo, como você bem lembrou. Precisamos reescrever a história da natureza com silhuetas de proteção e reconstrução, ou estaremos condenados ao fim da vida terrena. Nessa semana, eu escrevi uma poesia sobre as superações da vida no blog. Fala um pouco disso. Dê uma olhada.

Visite minha Casa, quando puder.

O endereço é:

(http://casadojulianosanches.blogspot.com/).

Um grande abraço.
Emerson Souza disse…
Realmente a natureza da show após show. Pena que a gente ainda não consiga conviver saudavelmente com isso.
Gostei do texto.
Bjus.
Gaby Paschoal disse…
As chuvas de verão são as mais gostosas chuvas para nos fazer dormir, rs!
Além de ser um verdadeiro "Espetáculo natural" maravilhoso de se observar, eu adoro!

Beijo Gabis =)
Gabriela Angeli disse…
Oi, Emerson! Mas ainda há tempo de mudar para vivermos em plena harmonia com estes espetáculos naturais...

Obrigada pelo elogio! Gosto dos seus textos também, beijos!

*** *** *** *** *** ***

Oi, Gabys! Minha querida!

Diria que elas embalam meu sono muito bem... rss...

Um beijo enorme!
Gabi.
Gabriela Angeli disse…
Oi, Juliano!

Vou dar uma passadinha em seu blog sim, já virou rotina! rs

Obrigada por passar por aqui também, beijos!

Postagens mais visitadas deste blog

Não sou obrigada...

24 primaveras e uma vida toda pela frente...

Oportunismo disfarçado de bondade; oportunismo que se ostenta...