sexta-feira, 12 de junho de 2009

Ela, ele...

Ela acha que ele é uma gracinha há tempos, enquanto ele disfarçadamente tenta esconder seu enorme interesse por ela...
Ela fica totalmente sem jeito quando ele está por perto, enquanto ele se controla para não derrubar tudo e beijá-la ali mesmo, na frente de todos...
Ela aceita um convite para jantar, enquanto ele comemora a nova conquista...
Ela espera um anel de noivado, enquanto ele só pensa em fazer as coisas na hora certa...
Ela consegue a joia rara, enquanto ele procura um novo apartamento para os dois...
Ela quer dormir, enquanto ele ainda insiste em namorar...
Ela descobre o quão chatas são as manias dele, enquanto ele tenta não descobrir as dela...
Ela fica brava por ele nunca se lembrar do dia dos namorados, enquanto ele pensa que isso é uma bobagem e que a única coisa que importa é gostar tanto dela...

11 comentários:

Bela disse...

Suave, simples e lindo.
Parabéns!
Bjos.

Marcelo Mayer disse...

impossível não lembrar do dia dos namorados com tanto consumismo em cima. e quando não quer saber das manias... é pq falta amor. pq um dia não vai conseguir respeitar os defeitos e compreender os problemas.

Felipe disse...

Gabi, uma ótima sobremesa pra uma noite fria de segunda-feira.
Valeu por deixar minha semana mais leve...
Beijão!!

Obs.: Peço um grande favor pra ti. Por conta de um problema operacional, meu blog ficou fora do ar por uns bons dias e agora está de volta, com uma pequena mudança no endereço. Estou agora no anivelde.org/blogdozangari. Por favor, anote aí e atualize na sua lista! Obrigado.

Luna disse...

ACoexistência, é a razäo da instabilidade na relação.
Não é o mesmo, por vezes, visto estar sempre em conjunto com os problemas diários.
Se näo á amor, a coisa se torna muito dificil....

Adorei.
Um beijinho

Emerson Souza disse...

Simples assim.
Bjus.

Gaby Paschoal disse...

amei Gábis, super fofo!
:)

beijos

Danilo Barra disse...

Gabriela, conheci seu blog através de um comentário no meu.
Quero expor a admiração para com seus textos... textos suaves, críticas em humoradas e gostosas de se ler!

Acompanharei como um dos meus favoritos agora!

Parabéns!
Um grande abraços do seu (ex-)colega de profissão, jornalista - Danilo Barra

Tássia Cristina disse...

PEFEITO

Gabriela Angeli disse...

Oi, Bela!

Querida, obrigada!

Beijos! = )

****

Oi, Marcelo!

As manias são um caso a parte e que vem dentro do pacote! Mas era justamente essa mensagem que eu queria passar, a do dia dos namorados sem presentes, apenas com o que importa!rs

Beijos!

****

Oi, Felipe!

Uau! Obrigada você por deixar minha semana mais feliz!

Beijos e link arrumado! rs

****

Hola, Luna!

Se não há o amor qualquer coisa numa relação pode ficar difícil, insuportável. Que bom que gostou!

Beijos! =)

****

Oi, Emerson!

Era assim que eu queria! Rs

Beijos!

****

Oi, Gabis!

Que bom que gostou! E preciso responder seu e-mail! Rs

Beijos!

****

Oi, Danilo!

Fico lisonjeada com seu comentário, muito obrigada! Espero que volte mais vezes!

Seja bem-vindo e tomei a liberdade de indicá-lo na lista de meus blogs prediletos!

Beijos e continuemos a ser colegas de profissão, por favor!

****

Oi, Tassia!

Obrigada, querida! = )

Beijos!

.:Eglezita:. disse...

aaaaaah...lindo!!!

LUH SANTOS disse...

Muiito bem!
O que é o Dia dos namorados senão mais uma data pra se curtir a dois, juntinhos e sem necessáriamente presentes?!
Maninas sim, faz parte do pacote e descobri-las, é questão de tempo o que se torna inevitável!!!
Saber entender a praticidade dos homens[alguns] e a emocionalidade da mulher[algumas] bem como suas manias é o grande lance de um relacionamento.
Mais uma vez, belissimo texto Gabi!