segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Que frescura é essa, menino?

Definida pelo Michaelis como uma qualidade, o termo frescura tem caído como uma luva em diversas situações vivenciadas pelo bicho estranho que é o ser humano. Apesar de ser um substantivo feminino e comumente associado às meninas que gritam por qualquer coisa, reforço aqui que esta palavrinha nunca pôde ser tão utilizada para caracterizar os novos trejeitos masculinos.

Já aviso que este texto não se trata da mania idiota de dizer que frescura está relacionada à sexualidade. Falo, na realidade, sobre a atitude que tem tomado conta da personalidade destes muitos mamíferos bípedes do sexo masculino, dotados de inteligência e linguagem articulada, que ultimamente estão me irritando com tantas ações que poderiam ser definidas como coisas típicas de mulherzinha.

Sim, os homens estão agindo, muitas vezes, com uma fresquidão fora dos limites aceitáveis até para a mais chata das criaturas. Atitudes infantis com discursos imaturos e fúteis, acompanhados sempre de não-me-rele-nem-me-toque desenfreado e comentários desnecessários, iguais aos diálogos idiotas das comédias adolescentes. Juro que minha vontade, às vezes, é de dar um tapa na mesa (bem forte) e gritar bem alto: “Pare de agir feito uma menina 'fresquinha' de cinco aninhos” (no diminutivo tem mais efeito).

Entretanto, enquanto ainda consigo manter a paciência, gostaria de saber como as outras pessoas reagem com esses homens de atitudes tão irritantes. Quem souber, por favor, me dê algumas dicas antes que eu enforque um!

9 comentários:

Marcelo Mayer disse...

opa! como homem concordo com vc justamente pro não fazer parte dessa burrice masculina que me enjoa. não, sou de outra geração.

Marcelo Mayer disse...

ah!
ps
até que enfim voltou a falar

Márcio Luiz Soares disse...

Também acho isso terrível, e no homem fica muito pior que na mulher. Outra coisa horrível é homem fofoqueiro! rs Tanto um quanto outro estão aumentando...
Beijo

Bela disse...

Como meu lado materno é um tanto restrito até o presente momento eu passo a bola pra alguém que tenha essa virtude, rsrs.
Bjinhos moça ;)

Devo confessar que rolei de rir com sua descrição

Bê Matos disse...

Bate! Enforca! Defenestra!

Haha eu acho tudo um bandiviado, falei. É broxante, na verdade. :F

Beijo

Kung disse...

O lance é os caras querem de alguma forma compensar suas frustrações, sejam elas afetivas ou profissionais.
No fundo eu acho que muitos deles são tão enrustidos que atacar "uma oponente" traz prazer.
Hehehehe...

Emerson Souza disse...

É só sair de perto.
Bjus.

Armando Maynard disse...

"Fricote","fricotica","fricoticada"termos que tenho usado quando isto acontece por perto. Aliás, ultimamente aviso antes de falar com "vai nevar". Um abraço Armando.

Gabriela Angeli disse...

Oi, Marcelo!

Sei que você não faz parte, sua personalidade não permitiria. Mas isto não está limitado a nenhuma geração, vários estão sujeitos.

Beijos, amigo!


***

Oi, Márcio!

Em homens e mulheres, não acho que frescura seja algo aceitável. Já homem fofoqueiro nem vou comentar... rs


Beijos!


***

Oi, Bela!

Hahahaha, e não é verdade? Que bom que você gostou!

Beijos!


***

Olá, Bê!

Eu também acho que é tudo isso aqui você disse. Gostei de defenestra... rsss

Beijos!


***

Olá, Kung!

Você compreendeu exatamente a ideia que eu quis passar! Por que será? rs

Beijos!

***

Oi, Emerson!

Sair de perto? Eles fazem questão de se aproximar! rs

Beijos!

***

Oi, Armando!

Gostei, fritcote é um bom adjetivo também! Vai nevar? Me explique melhor isso! rs

Beijos!



Agradeço muito a visita e comentário de todos vocês! ;)