Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Air guitar

Você já tocou uma guitarra imaginária?

Aposto que alguma vez na vida você deve ter simulado que tocava uma guitarra inexistente. Calma, não precisa ficar com vergonha! Ao contrário do que você possa imaginar muitas pessoas fazem a mesma coisa e algumas até participam de campeonatos realizados em outros países. Sim, existem competições de "tocadores de guitarra imaginária" (este não é o melhor termo, mas vou utilizá-lo mesmo assim).
Com o objetivo de entender melhor o que era isso, conversei com algumas pessoas que entendem do assunto. As respostas que obtive estão na minha matéria Acordes imaginários, que disponibilizo aqui. O tema me surpreendeu muito, principalmente após a entrevista com Fausto Carraro, o cara que mais entende de air guitar no Brasil. Além de muito simpático e paciente, praticamente me ensinou a entender o que é tocar uma guitarra imaginária e como funcionam os campeonatos.
Para saber mais sobre air guitar leia a matéria abaixo. Ela já foi escrita há bastante tempo, mas quem sabe você se anima …

Air Guitar, no Fantástico

Durante uma conversa com a Márcia, uma grande amiga minha, surgiu um papo animado sobre 'air guitar' - para quem não sabe é quando as pessoas tocam uma guitarra imaginária (aposto que você já fez isso, mesmo que inconscientemente! risos).

Adivinhe? Decidi escrever uma matéria inusitada sobre este tema. Foi então que entrei em contato com o Fausto Carraro, o cara que mais entende do assunto no Brasil. Pode até parecer brincadeira, mas 'air guitar' é levado tão à sério que existem campeonatos em diversos locais, dentro e fora do país.

Mandei um e-mail para ele e desde então conversamos sobre o tema. Ele me deu várias dicas e explicou exatamente tudo sobre o assunto, foi fundamental para que eu soubesse o que de fato é o 'air guitar'. A matéria está em fase final aguardando o retorno de apenas duas fontes, mas em breve postarei minha pesquisa aqui...

Bom, na realidade só queria falar sobre esta matéria depois que ela fosse finalizada, mas não poderia deixar de falar …