Mostrando postagens com marcador Bom humor. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bom humor. Mostrar todas as postagens

sábado, 8 de janeiro de 2011

A mais difícil das metas...

Em 2011 está decidido: não quero mais ficar com a cara típica de quem bateu o dedinho do pé no canto da cama. Por este motivo, a meta que escolhi neste ano será manter o bom humor todos os dias. Tudo bem que não passo nem perto do tipo de pessoa "Bom dia por quê?", mas tive que fazer esta opção porque paciência é uma qualidade que tem limite e precisa ser renovada depois de muito tempo de uso. Como não há como comprá-la por aí, partirei para esta nova tentativa e espero, sinceramente, que dê certo. 

Para conseguir cumprir esta missão tão difícil já providenciei alguns itens indispensáveis aos que desejam ter um estado de espírito tendencioso à graça: piadas curtas e ruins (minhas prediletas, é óbvio) e um repertório de músicas que ninguém mais lembra, para ser utilizado nos momentos nos quais posso me desviar do objetivo principal e também distanciar os causadores da possível fadiga mental. Sendo assim, não brigue comigo se eu começar a cantarolar algo do tipo exótico; até o(a) convido para participar de minha nova causa.

Aliás, o que seria do sucesso individual sem a ajuda coletiva? Simplesmente nada. Por isso, contarei ainda com o auxílio de alguns amigos, que serão uma espécie de termômetro da minha (falta de) disposição à comicidade. Aproveito, inclusive, para agradecer ao Dé, Daniel Paixão, Pablito e meninas do puxadinho pela iniciativa e disposição em me ajudar nesta nobre tarefa. 

E se por acaso nada disso funcionar e for impossível controlar e manter o bom humor, já aviso que passarei a adotar a boa vontade como meta...