O horário eleitoral merece um pouco de atenção...

Em um breve momento de descanso, logo após o almoço, ligo a televisão para assistir algum programa. Para minha surpresa relembro que estamos em período eleitoral e é época de campanha política na televisão. De cara demonstro minha total indignação com aquilo; afinal, em uma tarde de sábado o que desejava era, pelo menos, assistir a um telejornal ou então um programa que falasse sobre qualquer coisa, menos política (apesar de gostar do assunto).

Com imensa vontade de desligar o aparelho reflito e me controlo, mas não consigo resistir a tentação que acredito ser semelhante à de milhares de brasileiros. Contudo, antes de apertar a tecla desligar de meu controle remoto decido dar mais uma chance ao horário eleitoral. Quem sabe não acho algo interessante e consigo conhecer outros candidatos?

É justamente aí que começo a me surpreender com as falas de diversos almirantes a um cargo na câmara municipal. Em menos de 8 segundos têm que deixar sua mensagem aos telespectadores que, aliás, aguardam com ansiedade a hora em que seu programa predileto voltará a ser exibido no horário habitual. Neste exato momento começo a prestar atenção em nossos futuros representantes, assim como em suas propostas.

É visível que a maior parte prefere fazer trocadilhos, gritar como loucos ou ainda colocar aquelas músicas que nunca mais serão esquecidas por nosso subconsciente ao falar de seus projetos, isso caso sejam eleitos. Poucos são aqueles que demonstram em míseros segundos suas propostas e objetivos, que nem sabemos se são verídicos ou não. Isso para não falar que é quase inexistente um candidato que fale sobre os projetos que já desenvolveu durante seu mandato.

Terminado o tempo de exibição e após uma breve análise, me vêm à cabeça quantos daqueles estão prontos para administrar alguma coisa. De qualquer forma, ao meu ver, nunca é tarde para descobrir que em alguns minutos dedicados ao horário eleitoral não são tão ruins como parecem. Pelo menos dá para perceber quais números jamais serão apertados nas urnas...

(PS: texto é velho, mas é incrível como dá para usá-lo em todas as eleições! Se colocar uma lona em cima vira circo!)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não sou obrigada...

24 primaveras e uma vida toda pela frente...

Oportunismo disfarçado de bondade; oportunismo que se ostenta...